Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Teias de Pensamento e Som / Entangled Thinking - Clouding Sounds


EXIST/RESIST – Obras de Didier Fiúza Faustino: 1995–2022
MAAT, Lisboa

O Livro da Patrícia


APRESENTAÇÃO DA 2ª EDIÇÃO DO LIVRO
STET - LIvros & Fotografias, Lisboa

Estórias da Arte – Teatro


Carlos Avilez, Paulo Filipe Monteiro e Nuno Cardoso
Centro Cultural de Belém, Lisboa

Narcisos Insubmissos


Bruno Marques
Online,

O LEGADO DE ENNIO MORRICONE


Marco Morricone e Filipe Melo
Sala de Âmbito Cultural, piso 6 do El Corte Inglés, Lisboa

ritual-recital-performático III ou um lugar que eu digo saber inventar


Jamile Cazumbá
Mala Voadora, Porto

Dentes de Leão


COLECTIVA
Culturgest, Lisboa

DA VIOLÊNCIA


Elsa Dorlin
Culturgest, Lisboa

Deste Mundo e do outro


Olga Roriz
Rivoli Teatro Municipal, Porto

Hífen


Patrícia Portela
Casa da Esquina, Coimbra

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


CARLOS AVILEZ, PAULO FILIPE MONTEIRO E NUNO CARDOSO

Estórias da Arte – Teatro




CENTRO CULTURAL DE BELÉM
Fundação Centro Cultural de Belém Praça do Império
1449-003 LISBOA

28 JAN - 25 FEV 2023


CICLO DE CONFERÊNCIAS: dias 20 de Janeiro e 11, 18 e 25 de Fevereiro, às 17h00 no Centro de Reuniões, Centro Cultural de Belém, Lisboa


:::


Neste ciclo de conferências pretende-se abordar a história e as estórias das artes performativas, através de um olhar mais próximo e experimentado nas diversas áreas a abordar. Nestas sessões, os atores/encenadores Carlos Avilez, Paulo Filipe Monteiro e Nuno Cardoso contarão as suas estórias da história do teatro.


:::


PROGRAMA


28 janeiro – O Teatro pró-dramático - Paulo Filipe Monteiro


Quem hoje quer ser dramático? Numa época em que o drama não anda muito bem visto, é importante não deixar silenciar trabalhos e tendências fundamentais no teatro e dança contemporâneos. Vamos procurar entender as propostas de autores «pró-dramáticos» como Pina Bausch, Peeping Tom, Alain Platel ou Angélica Liddell. Que relação com o espaço, com o tempo, com a música, com o som, com a luz, com a palavra e com o corpo? Que idioma falam, se é que têm uma linguagem comum? Ou é uma linguagem com vários idiomas?

Serão exibidas imagens (fixas e em movimento), algumas delas inéditas.


11 fevereiro – À conversa com… Carlos Avilez

Nesta sessão do ciclo Estórias da Arte – Teatro, Paula Magalhães vai conversar com Carlos Avilez que nos irá contar inúmeras estórias da sua já longa carreira de encenador.


18 fevereiro - A direção de atores em várias direções - Paulo Filipe Monteiro

Dirigir atores é uma arte. Não tem fórmulas. Mas tem métodos, caminhos possíveis. Vamos revisitar algumas propostas que estão hoje em cima da mesa, do palco, ou do plateau de cinema.

Quem tem experiência, e quem ama os atores e ama dirigi-los, sabe em primeiro lugar que a maneira de chegar a um ator não é o modo de chegar a outro; e que, por isso, uma reserva grande de recursos é essencial.

Veremos alguns exemplos portugueses, de outros países europeus, norte e sul-americanos e do Japão.


25 fevereiro – ACHADIÇO (monólogo) - Nuno Cardoso

Um espaço-tempo improvisado que também não encaixa na moldura de uma peça ou de uma aula.