Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Meio no Meio


Hugo Pontes
Centro Cultural Vila Flor, Guimarães

Dançando com a Diferença ::: Blasons + Doesdicon


François Chaignaud e Tânia Carvalho
Teatro Municipal do Porto, Porto

3º Aniversário NADA | 11º Aniversário EKA [ unity ]


Vários
NADA, Lisboa

Lamento do Ciborgue no Festival Circular


Miguel Bonneville e Isadora Alves
Pousada de Juventude de Vila do Conde — Palacete Melo, Vila do Conde

Registo Documental - CJGM


Companhia João Garcia Miguel
Museu Nacional do Teatro e da Dança, Lisboa

Coreia #7 e Submission Submission (unplugged)


João dos Santos Martins e Bryana Fritz
DEVIR CAPA, Centro de Artes Performativas do Algarve, Faro

TWIN ISLANDS


Sara Bichão E Violaine Lochu
Carpintarias de São Lázaro, Lisboa

CIAO LINA!


Lina Wertmüller
Embaixada de Itália, Lisboa

O corpo como desenho / Comer o coração


Vera Mantero e Rui Chafes
Fundação de Serralves, Porto

Boris Lehman regressa à Cinemateca


Boris Lehman
Cinemateca, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


JOÃO DOS SANTOS MARTINS E BRYANA FRITZ

Coreia #7 e Submission Submission (unplugged)




DEVIR CAPA, CENTRO DE ARTES PERFORMATIVAS DO ALGARVE
Rua Frei Lourenço de Santa Maria nº 4
8000-352 FARO

24 SET - 24 SET 2022


LANÇAMENTO DE PUBLICAÇÃO E PERFORMANCE: 24 de Setembro, 18h30, Estúdio Gil Mendo


Coreia
é um jornal que faz dialogar diferentes práticas artísticas a partir da dança. De tiragem semestral, publica escritos sob a perspectiva de quem faz, quem produz, quem vê e quem pensa as artes.
O número #7 inclui um diário do jovem artista da dança neozelandês Amit Noy com inquietações sobre a sua prática, uma entrevista com a desenhadora de luz Beverly Emmons a partir da digressão de Merce Cunningham a Portugal em 1966, um texto sobre as nuances da língua como órgão e linguagem a partir de mitologias medievais por Bryana Fritz, um artigo sobre a ética da inclinação como estética coreográfica por Clarissa Sacchelli, um texto sobre os problemas da expressão para lidar com guerra e conflito pela moçambicana Edna Jaime, um excerto do texto da performance CHE de Eduardo Batata, Leonor Lopes, Ves Liberta & Vitor Grilo Silva, uma reflexão sobre a ideia de residenciar, morar e experienciar um lugar como artista por Janaína Moraes, o texto inaugural da década de 1980 da técnica de Dança Africana desenvolvida por Germaine Acogny, uma experiência sensoriográfica de conflitos ambientais e existenciais por Joana Levi, um desenho da série “discursos repetidos” do artista ucraniano Nikita Kadan, um ensaio sobre as fundações da “dança portuguesa” nos anos 1920 pela musicóloga Paula Rosa Pinto, um texto a partir do espectáculo “c h ãO” de Marcela Levi e Lucia Russo pelo artista e pensador brasileiro Renan Marcondes, um diário de viagem ao Japão, síntese do processo da performance “Dobra”, por Romain Beltrão Teule, um historial de “a velha bailarina” por Sabine Macher e um testemunho da resistência da comunidade da dança e da perseverança do trabalho somático em tempos de guerra na Ucrânia por Viktor Ruban.
O lançamento do número #7 contará com a apresentação do seu director editorial, João dos Santos Martins, e a performance Submission Submission (unplugged) de Bryana Fritz (EUA), composta por uma série de retratos performativos dedicados a santas medievais, de entre as quais, Cristina de Bolsena, Hildegarda de Bingen (Sibila do Reno), Catarina de Siena e Joana d'Arc.



:::


𝗝𝗼𝗮̃𝗼 𝗱𝗼𝘀 𝗦𝗮𝗻𝘁𝗼𝘀 𝗠𝗮𝗿𝘁𝗶𝗻𝘀 (Santarém, 1989) é artista. O seu trabalho, geralmente desenvolvido em processos colaborativos, abrange várias formas que focam a dança, seja através da coreografia, da exposição ou da edição. Essas formas são atravessadas por questões que concernem genealogias da história da dança, processos de transmissão, a relação entre prática e discurso, e paradoxos sobre a atividade de dançar. Fundou o jornal Coreia em 2019.

𝗕𝗿𝘆𝗮𝗻𝗮 𝗙𝗿𝗶𝘁𝘇 (EUA, 1989) é coreógrafa, bailarina e escritora. Trabalha na interseção entre poesia e performance, muitas vezes em dueto com o interface do OS X. O seu trabalho é alimentado por um interesse em literatura medieval, fanfiction, estudos de media e histórias do analfabetismo. Colabora regularmente com Henry Andersen sob a insígnia de Slow Reading Club (Clube de Leitura Lenta).