Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


MINISTÉRIO DA CULTURA FECHOU MACHU PICCHU

2023-01-25




Machu Picchu encerrado enquanto o Peru enfrenta protestos antigovernamentais generalizados. O Ministério da Cultura peruano fechou Machu Picchu no sábado, em resultado direto dos protestos antigovernamentais que inundaram o país após o impeachment e a prisão do ex-presidente Pedro Castillo por tentar dissolver o Congresso, segundo a Associated Press.

Mais de 400 visitantes ficaram presos no local do Património Mundial da UNESCO e não conseguiram sair. Mais de 300 deles estrangeiros, disse o ministro do Turismo, Luis Fernando Helguero, em entrevista coletiva.

Na tarde de sábado, o Ministério do Turismo do Peru postou no Twitter que “esta tarde os 418 visitantes nacionais e estrangeiros foram transferidos da cidade de Machu Picchu para … Cusco”, segundo o Guardian. O ministério disse que fechou o local, assim como a Trilha Inca que o conduz, “para proteger a segurança dos turistas e da população em geral”.

Castillo está preso sob a acusação de rebelião, e os manifestantes pedem a renúncia da presidente Dina Boluarte, vice-presidente de Helguero, que assumiu o cargo em 7 de dezembro. Eles também exigem a dissolução do Congresso e a realização de novas eleições, segundo ao AP.

No sábado, a polícia também invadiu a Universidade Nacional de San Marcos, em Lima, conduzindo um pequeno tanque através de uma cerca para expulsar os manifestantes que se refugiavam no campus da universidade enquanto participavam de manifestações. Mais de 100 pessoas foram detidas durante o ataque.

Segundo a TelSur, a universidade foi “tomada por estudantes em 17 de janeiro em solidariedade às pessoas que protestam contra o Governo e o Congresso da República”. Nas seis semanas em que os protestos ocorreram, 60 foram mortos, pelo menos 580 feridos e mais de 500 presos, segundo o Guardian.


Fonte: ARTnews