Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


23ª EDIÇÃO DA FESTA DO CINEMA FRANCÊS EM 10 CIDADES PORTUGUESAS

2022-09-27




A Festa do Cinema Francês realiza a sua 23ª edição de 26 de outubro a 20 de novembro, em 10 cidades portuguesas (Lisboa, Almada, Oeiras, Coimbra, Porto, Évora, Viseu, Faro, Lagos e Funchal).

Ao todo a Festa programa mais de 80 filmes, de diferentes géneros e estilos cinematográficos, sendo que alguns dos mais aguardados são as antestreias, uma secção composta por filmes que vão estrear muito brevemente nas salas portuguesas e que aqui podem ser vistos em primeira mão.


Em antestreia a Festa vai exibir 13 filmes, como Toda a Gente Gosta de Jeanne, de Céline Devaux, o filme de abertura da 23ª edição da Festa, no dia 26 de outubro, no Cinema São Jorge, e que contará com a presença da realizadora e parte do elenco. Este filme conta com a participação dos portugueses Nuno Lopes e Pedro Lacerda e a ação desenrola-se em Lisboa. O conceituado realizador Arnaud Desplechin vai marcar presença em Lisboa para apresentar Irmão e Irmã, filme que estreou na Competição Oficial do Festival de Cannes 2022 e que conta com a premiada atriz Marion Cotillard no seu elenco.


Melhores Amigas, a primeira longa-metragem da realizadora Marion Desseigne-Ravel e que esteve em competição no Queer Lisboa 2022 vai também ser exibido nesta secção da Festa, juntamente com: Os Passageiros da Noite de Mikhaël Hers (competição oficial do Festival de Berlim 2022) com Charlotte Gainsbourg e cuja ação se passa em Paris nos anos 80; A Acusação de Yvan Attal, um drama judicial (Festival de Veneza 2021) que conta com Ben Attal, Suzanne Jouannet e Charlotte Gainsbourg no elenco e Un beau matin de Mia Hansen-Løve, uma longa-metragem que estreou na Quinzena dos Realizadores de Cannes 2022, protagonizada por Léa Seydoux.


É ainda exibido o filme Simone - A Viagem do Século de Olivier Dahan, que conta a história da política francesa Simone Veil, que abalou a sua época por defender uma mensagem humanista de arrebatadora atualidade.


Nesta secção há também espaço para ação e thrillers, como Um Intruso na Cave de Philippe Le Guay e Maigret e a Rapariga Morta de Patrice Leconte, com Gérard Depardieu, um filme baseado no livro de 1954 de Georges Simenon, e comédias, como: Champagne! de Nicolas Vanier, onde um grupo de amigos cinquentenários se reúnem para uma despedida de solteiro; Fomos feitos um para o outro, de Pascal Elbé com Sandrine Kiberlain e Pascal Elbé no principais papéis; Funcionário do mês de Jérôme Commandeur, cuja estreia comercial em França está agendada para o próximo dia 6 de outubro; e Robusto, de Constance Meyer, filme de abertura da Semana da Crítica do festival de Cannes 2021, onde Gérard Depardieu é o protagonista.


Inéditos: os filmes nunca antes apresentados em Portugal

Dez filmes vão ser exibidos pela primeira vez em Portugal, numa secção dedicada a filmes, cuja exibição em sala ainda não está assegurada no nosso país.


Antoine Barraud, realizador do filme Madeleine Collins, vai marcar presença em Lisboa para apresentação deste filme que teve a sua estreia no Festival de Veneza em 2021. Também a comédia O Pátio dos Milagres, que fez parte da selecção oficial do Festival de Cannes 2022, vai contar com a presença em Lisboa dos seus realizadores Hakim Zouhani e Carine May. Ainda dentro deste género, é apresentado A Brigada, de Louis-Julien Petit, com Audrey Lamy, François Cluzet e Chantal Neuwirth nos principais papéis; Os Gostos e as Cores de Michel Leclerc com Rebecca Marder, Félix Moati e Judith Chemla; e À Espera de Bojangles de Regis Roinsard com Virginie Efira, Romain Duris e Grégory Gadebois.


Nesta secção vai ainda ser apresentado o filme Encontro de François Manceaux, coproduzido pela portuguesa Maria & Mayer e conta com a participação da atriz Dalila Carmo, assim como Frágil de Emma Benestan, que chega à Festa depois de percorrer vários festivais internacionais e o documentário Mama Djombo Todo Poderoso de Sylvain Prudhomme e Philippe Béziat, sobre o cantor guineense Malan Mané, outrora uma estrela da banda Super Mama Djombo, que vive no anonimato de um lar de imigrantes em Montreuil.


Integrando também a secção CineJovem, O Menino Nicolau – A Felicidade Não Pode Esperar, é um filme de animação que venceu o Grande Prémio do Festival de Cinema de Animação de Annecy.


Por fim, cerimónia de encerramento da Festa, a 6 de novembro, no Cinema São Jorge, é exibido O Inocente, um filme que conta com Louis Garrel como ator, realizador e autor e que vai ter estreia absoluta no Festival Internacional de San Sebastian, que se realiza até ao dia 24 de setembro.

A Festa do Cinema Francês integra a Temporada Portugal-França 2022, uma iniciativa que pretende fortalecer os laços entre os dois países e que conta com várias atividades culturais.





FONTE: Festa do Cinema Francês